Publicidade

Novo prédio do SAMU foi inaugurado no Hospital

IMG 7452Durante inauguração, prefeito Esquetini enalteceu qualidade do serviço e economia com novo contrato firmado para SAMU e ESFs; João Carlos Marchesan falou em sinergia entre Prefeitura e Hospital.

Na tarde desta quarta-feira (8), a Prefeitura de Matão e o Hospital ‘Carlos Fernando Malzoni’ inauguraram as novas instalações do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), serviço que tem como objetivo atender vítimas em situações de urgência ou emergência, com natureza clínica, cirúrgica, traumática, obstétrica, pediátrica, psiquiátrica, entre outras.

Realizada em frente ao novo prédio, a inauguração contou com a presença de secretários, diretores e servidores do governo municipal, além de vereadores, membros da Diretoria Executiva, Conselho de Administração e funcionários do Hospital, médicos do corpo clínico, funcionários do SAMU, imprensa e pessoas da sociedade civil organizada. Estiveram à frente da inauguração o prefeito Edinardo Esquetini, o presidente do Conselho de Administração do Hospital, João Carlos Marchesan, o vice-prefeito Moacir Matturro, o vereador Luiz José Cerqueira (convidado pelo presidente da Câmara, Valtinho Trevizaneli), o secretário municipal de Saúde, João Guimarães Junqueira Neto e a administradora do Hospital, Denise Paolinetti da Camara Minelli. Na ocasião, Iracema Cerqueira Fechio também foi convidada à frente representando as mulheres no Dia Internacional da Mulher.

Durante o evento, foram destacadas questões importantes a respeito da prestação do serviço. Ao celebrar o convênio com a Sociedade Matonense de Benemerência para abrigar o SAMU, a Prefeitura garantirá economia considerável de recursos com aluguel do prédio, manutenção das viaturas, combustível, uniformes, refeições, e manutenção de estrutura física adequada dentro das normas legais, serviços estes que estavam no rol dos pagamentos da antiga empresa prestadora (Gepron), mas que eram remunerados de maneira indevida pela Prefeitura na gestão anterior. Sob este aspecto, foi ressaltado ainda que o antigo prédio também vinha sendo alvo de constantes notificações em relação à falta de estrutura e até mesmo quanto às condições de trabalho totalmente inadequadas, o que está sendo corrigido agora com as tratativas do novo governo municipal.

Nas novas instalações há espaço para médicos e demais funcionários, área de estacionamento de viaturas, e ainda espaço apropriado para lavagem dos veículos, dos equipamentos e para desinfecção. Os uniformes das equipes de trabalho também serão lavados e desinfectados no Hospital, atividade que antes era realizada pelos próprios funcionários, fora das normas de higiene e saúde. Outro benefício para o Executivo será a compra de medicamentos e insumos, que passa a ser feita pelo Hospital, com grande economia para os cofres públicos em virtude da compra em escala, algo que na gestão anterior também era de responsabilidade da Prefeitura.

Segundo o prefeito, Edinardo Esquetini, o trabalho realizado junto ao Hospital garante tranquilidade pela eficiência e qualidade do serviço. O contrato ainda vem ao encontro do conjunto de medidas adotadas pelo Executivo para saneamento das contas públicas. “Desde quando iniciamos o diálogo com o Hospital, o secretário executivo, Paulo Bernardi, sempre estava presente, participando de reuniões conosco até as 22h30, 23h, ajudando a construir um projeto que pudesse melhorar a vida das pessoas e as condições de trabalho dos funcionários. Por isso, fico tranquilo quando temos um trabalho junto ao Hospital ‘Carlos Fernando Malzoni’, entidade séria, que oferece um serviço de qualidade ímpar. E se analisarmos esse convênio, que contempla ESF e SAMU, teremos uma economia da ordem de R$ 14,6 milhões ao longo dos quatro anos, que somada à economia com a nova empresa de coleta de lixo, de 26,4 milhões, mais a reestruturação de cargos e salários, de R$ 21 milhões, gera grandes ganhos ao município. Então, economizaremos para poder investir mais em Saúde, em Educação e outras áreas importantes”, afirmou.

Para João Carlos Marchesan, a parceria é fundamental e o objetivo é que ela seja fortalecida. “Esse evento traduz uma palavra: sinergia. Fazer mais com menos. É quando dois mais dois não são quatro e sim mais. O povo de Matão ganhou muito quando havia a parceria entre Prefeitura e Hospital e isso está voltando agora com o novo governo. Pedimos ao prefeito que ela seja intensificada, para benefício do povo de Matão”.

Apesar de estar instalado nas dependências do Hospital, é importante destacar que não há qualquer ingerência do Hospital nas operações de atendimento do SAMU, especialmente no que tange à Central de Regulação que, no caso de Matão, funciona em Araraquara. Totalmente gratuito, o serviço é acionado pelo número 192 e funciona 24 horas por meio do envio de veículos tripulados com equipe capacitada, realizando atendimentos em qualquer lugar: residências, locais de trabalho e vias públicas. A equipe é formada por médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e condutores socorristas.

Pesquise no Site

Publicidade